NOTÍCIAS

INÍCIO | NOTÍCIAS | Professor dribla as dificuldades da tecnologia para manter a aproximação com os alunos

Professor dribla as dificuldades da tecnologia para manter a aproximação com os alunos

Professor visualizando a tela de um notebook.

José Alves de Souza dá aulas de matemática na Escola de Período Integral Inah Jacy de Castro Aguiar e teve que aderir ao Google Classroom e aulas virtuais pelo Meet

A pandemia criou uma série de dificuldades tecnológicas para alunos e professores, mas José Alves de Souza, aos 60 anos de idade, não desistiu de tentar se aproximar de seus alunos. O professor de matemática da Escola de Período Integral Inah Jacy de Castro Aguiar, de São Mateus, driblou os obstáculos, aprendeu com as novas ferramentas e começa agora a dar aulas no Google Meet.

“No começo da pandemia eu enviava as atividades via Classroom, mas eu percebi que eu queria mais do que isso, do que pesquisar em livros e internet. Então eu comecei a improvisar em casa, com uma lousa branca no fundo e com a ajuda da minha esposa comecei a enviar as aulas para os grupos de Whatsapp dos alunos. Com isso eles começaram a interagir, tirar dúvidas e dar vários retornos. Agora, para aprimorar esta nova forma de aprendizado, vou começar a fazer aula online através do Meet”, ressalta o professor.

O docente comenta que nunca havia utilizado a tecnologia em sala de aula e para ele, levar isso para os alunos, é extremamente importante. “A tecnologia pode e deve ser cada vez mais necessária. É legal que, como professores, nós nos alinhemos a isso, mas sem nos esquecer do lado humano do aluno”, destaca.

Para José Alves de Souza, é necessário o entendimento da situação e realidade de cada aluno da escola periférica de São Mateus e ter esse olhar mais humano para a aproximação com o aluno. O professor se matriculou em um curso básico de competência digital básica para a educação para aumentar o conhecimento tecnológico e poder se aproximar de seus alunos.

MAIS NOTÍCIAS